E vivi os instantes do presente.

Tudo começou
num Ponto Final.

E acabou
num sábado que passou.
Porque hoje é sábado
terminou.

E agora?-p

 

O tempo, como o Mundo, tem dois hemisférios:
um superior e visível, que é o passado.
Outro inferior e invisível, que é o futuro.
No meio de um e outro hemisfério
ficam os horizontes do tempo.
Que são estes instantes do presente
que imos vivendo.
Onde o passado se termina e o futuro começa.
Padre António Vieira.

E agora?

Tudo começou
num Ponto Final.

E acabou
num sábado que passou.
Porque hoje é sábado
terminou.

Que não a caminhada,
hoje, amanhã, até mais não.
Que não a vida remoçada
dos oitenta,
aliás, quarenta vezes dois,
que hoje
eu sou só o instante do presente,
qualquer coisa a meio do caminho
do passado e do futuro.

Chegou a hora
de partir a roda.
Caminhar de um Manuel Paulo
de versos belos, singelos, musicados,
de utopias, poesias sem tambéns,
para um caminheiro da verdade
que envolve o mundo inteiro.
Um tal de Emanuel Al Abraão
que contigo gerará a unidade
e que por atos, pensamentos e escritos
lutará até final
pelo governo da ternura.

Até já.
Até ao meu regresso,
pacificado.

This entry was posted in Parar para pensar porque hoje é sábado. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>