E revi-te.

Porque hoje é sábado,
parei a pensar o que hoje pensei.
E revi-te.

E no tempo que o tempo me deu
no regresso ao passado
retomaste comigo onde estava
a conversa serena de noite distante.
E valeu a pena.
Manuel Paulo em “Destempo”

Amigo,
Recordo contigo
conversas serenas,
em que o tempo não conta.

Amigo,
Revivo contigo
o gozo do frágil,
em que a neta desponta.

Amigo
Revejo contigo
o voar do balão
que o vento desmonta.

E quando eu partir
no balão que se segue
irei retomar, deleitado,
a conversa serena
de noite recente,
que o tema não foi esgotado.

Até já.

 

This entry was posted in Parar para pensar porque hoje é sábado. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *