E vim da Festa

Porque hoje é sábado,
parei a pensar o que hoje pensei.
E vim da festa.

E fomos à festa

 

O coração que está em paz vê uma festa em todas as aldeias.
Provérbio Hindu.

Até sempre

De Lagos.
Lá vamos nós.

Chegamos abodegados,
mala cheia de fardos,
de tretas, problemas e ilusões.

Despimos fatos e sapatos de semana.
Vestimos trapos e socas à franciscana
para ensaiar sermos o que somos.

E nesta audácia trazida pelo vento,
obrigados a parar para pensar
de nós cá fica um pouco do que fomos.

Lá vamos nós. É hora de partir.
De lembrar com ternura e agradecer
a quem nos abre estas portas do  viver.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>