Escrevo, logo existo.

Porque hoje é sábado,
parei a pensar o que hoje pensei.
E pensei porque existo.

E pensei porque escrevo

 

Penso, logo existo.
René Descartes (1596-1650)

Escrevo, logo existo.

Estava escuro.
Iria nascer na manhã seguinte.
Subi ao Céu.
Olhei o mundo
e vio-o a preto e branco.

E vi-o rotulado
em bons e maus,
em belos e mostrengos,
em sós e consolados,
felizes e coitados.

Em luz e trevas,
disfarces e verdades,
disputas e certezas,
perguntas sem resposta,
amores e preconceitos.

Naquele escuro,
em vésperas de nascer,
pensava o que fazer
na hora de existir
num Mundo em colisão.

Em vésperas de nascer
pensei naquele escuro.
Será que existir é escolher
para onde vou?
De qual dos lados estou?

E se quando eu nascer
pensar for existir,
o que irei fazer
no tempo que me resta
do viver?

Saltei o muro.
Escolhi o meu caminho.
Estou dum lado e doutro
na busca aos tropeções
caminhos de verdade.

No tempo que me resta
para viver,
tenho para mim
que pensar não é caminho
de existir.

De tudo quanto sou
de tudo quanto crio
e quanto creio,
tenho para mim
escrevo, logo existo.

 

 

This entry was posted in Parar para pensar porque hoje é sábado. Bookmark the permalink.

4 Responses to Escrevo, logo existo.

  1. JOMI says:

    Ao terminar o dia, na rotina de ver se há “alguma coisa” antes de encerrar o PC, dou com esta surpresa. Pasmo e maravilho-me com o teu talento. O poema da existência, pleno de filosofia de vida. A “busca aos tropeções” com que todos os dias nos confrontamos, tão bem expressa aqui…
    Continua a deliciar-nos com os teus poemas. Também nós existimos um pouco mais com a tua escrita.
    Obrigado. Vou dormir melhor

  2. São taborda says:

    Eu, li-te ao despertar.
    Foi um raio de luz nesta manhã cinzenta e triste.
    Os teus versos fizeram-me pensar que se te leio, logo existo.
    Obrigada.
    Um beijo.

  3. manuela says:

    Sempre a pensar, sempre a sonhar, sempre a escrever. És um grande poeta.
    Um abraço
    manuela

  4. José Paulo says:

    Gostei muito Tio!
    Envio-lhe um ABRAÇO por escrito porque também existo ;)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>