Promessa adiada

Porque hoje é sábado, parei a pensar hoje pensei.
E pensei no lixo que comanda a promessa.

 

Promessa adiada

Deve ser o nosso jeito de sobreviver – não comendo lixo concreto, mas engolindo esse lixo moral e fingindo que está tudo bem.
Lya Fett Luft – poetisa brasileira - Santa Cruz do Sul

Ia a passar,
passeando.

E olhei.
E parei.
E segui.
E fingi que não vi.

Mas reagi.

Voltei
ao triângulo sagrado
do ter, do ser e do saber.

E sigo pensando
no lixo
que comanda a promessa,
no ter
que lidera o que sou.

Revejo-me
na criança que fui,
naquela que  busca no lixo
o cofre vazio
e a dama a dançar.

Também eu
em tempos pensava
que só a dama a dançar
importava.

Agora,
coitado de mim,
sem ódio nem drama
nem sonhos nem fama,
recrio inocente
essa imagem genial.

Que fingi que não vi
e que calei
deixando que chegasse
ao que chegou
a Cultura em Portugal.

 

 

 

This entry was posted in Parar para pensar porque hoje é sábado. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>