Minha Mãe. Meu amor.

Porque hoje é sábado,
parei a pensar o que hoje pensei.
E pensei em ti. Minha Mãe. Meu amor.

minha mãeBem hajas!
Minha Mãe. Meu amor.
Manuel Paulo em Carta à Mãe no Céu.


Teu dia.  Hoje.
Que saudade.
Quem diria
não há muito,
que deste lado do mundo
te veria na Verdade
em plenitude.

Que nessa cruz
desenhada
num quadrado duma grade
que me aperta o coração,
renasce aquilo em que creio,
desvanece o meu receio
mas reforça-me a paixão,
por ti.

Que saudade. Neste dia.

Bem hajas.
Minha Mãe. Meu amor.

 

 

This entry was posted in Parar para pensar porque hoje é sábado. Bookmark the permalink.

3 Responses to Minha Mãe. Meu amor.

  1. São Taborda says:

    Neste dia parece que a saudade é maior.
    Bonito poema, bonita homenagem!
    Um beijo.
    São

  2. manuela Salvador Cunha says:

    Muito bonito! A m~E

  3. manuela Salvador Cunha says:

    Muito bonito! A mãe deve ter ouvido o teu poema nnos braços do Criador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>