Gente que passa

Porque hoje é sábado
parei a pensar o que hoje pensei.
E pensei em gente que passa.

“Quem não sabe povoar a sua solidão,                                                                                         também não saberá ficar sozinho no meio da multidão.”
Baudelaire

Tenho para mim
que sei o que sou.

Um pouco de mim,
um pouco de ti,
um pouco do outro
que por mim passou.

E quando paro para estar só
preparo o caminho
para te conhecer melhor.

porque

Este é o primeiro dia
do resto da tua vida.

Logo, amanhã
haverá à tua volta
gente a olhar
o gesto que fazes,
o prato que comes,
o canto que cantas,
o conto que contas,
a frase que dizes,
o trapo que trazes.

Gente que quer saber
o que gostarias
de contar ou de calar.

Gente que te ama,
te estima, ou  te detesta,
gente boa,
e gente que não presta.

Logo
amanhã,
no primeiro dia
do resto da tua vida,
abraça toda essa gente
de frente.

É com ela
que irás construir
o Mundo melhor
que sonhaste
diferente.

 

This entry was posted in Parar para pensar porque hoje é sábado. Bookmark the permalink.

4 Responses to Gente que passa

  1. josé lourenço castro says:

    Mais uma bela poesia!
    Muito obrigado, meu amigo e que Deus te guarde
    Saúde para ti e para todos os teus
    Um abraço amigo
    Lourenço

  2. Maria Margarida R.Araújo says:

    Forte abraço
    M. Margarida

  3. ernesto Batista says:

    Muito simples, muito intenso, muito verdadeiro
    Visitar esta página é sempre um prazer e deixa-me a pensar…
    Cumprimentos para a família
    Ernesto Batista

  4. José M Elias says:

    Quase sem palavras, mas algumas ainda subsistem.

    A primeira a de gratidão por na minha solidão encontrar no meu coração tantas e tão boas pessoas e a segunda de perdão por nem sempre e muitas vezes não ser capaz de na multidão acolher a todos para a minha solidão.

    Ab
    JE

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>