Monthly Archives: June 2011

Este sábado fiz silêncio

Porque hoje é sábado parei a pensar o que hoje pensei. E fiz silêncio. Alguns poucos saberão o que calo e porque calo. Com eles estou presente na partilha da ausência e na certeza da única Verdade capaz de responder … Continue reading

Posted in Parar para pensar porque hoje é sábado | 4 Comments

Pensar longe

Porque hoje é sábado parei a pensar o que hoje pensei. E pensei longe. Aos vinte anos li este pensamento de Paul Claudel (1856-1955): ” O poema não é feito dessas letras que eu espeto como pregos, mas do branco … Continue reading

Posted in Parar para pensar porque hoje é sábado | 3 Comments

Possuir a Terra

Porque hoje é sábado parei a pensar o que hoje pensei. E pensei só. Marco Aurélio (Imperador Romano), in “Pensamentos”, escreveu: Há quem procure lugares de retiro no campo, na praia, na montanha; e acontece-te também desejar estas coisas em … Continue reading

Posted in Parar para pensar porque hoje é sábado | 2 Comments

De olhos bem abertos

Porque hoje é sábado parei a pensar o que hoje pensei. E entendi. Em A Rebelião das Massas, José Ortega e Gasset afirmava: ” Surpreender-se, estranhar, é começar a entender.” E mais adiante: “Tudo no mundo é estranho e é … Continue reading

Posted in Parar para pensar porque hoje é sábado | 4 Comments